Tarte de maçã simples

by O Comilão

Se olharam para as fotos desta tarte e pensaram “eu era capaz de fazer isto mais bonito”, estão com a ideia certa. Eu próprio olho para elas e penso isso mas, como vão ver na receita, as oportunidades para aperfeiçoar o aspecto não vão faltar, a julgar pela simplicidade que é fazer o resto.

Se se sentirem mais aventureiros, como eu, podem fazer a vossa própria massa (leiam uma receita mais abaixo). Há sempre um prazer especial em fazer todos os componentes de um prato. Muitas vezes esse prazer passa por momentos de pânico em que nada parece estar a resultar, por isso, se quiserem uma experiência mais tranquila, usem da massa quebrada que há no supermercado.

  • Começa-se por forrar duas tarteiras de 15cm de diâmetro com massa quebrada. Pica-se com um garfo e leva-se ao frigorífico;
  • Põe-se uma frigideira a aquecer em lume médio-alto;
  • Cortam-se 4 maçãs em pedaços pequenos, sem descascar;
  • Deita-se açúcar suficiente para cobrir o fundo da frigideira. Ele vai começar imediatamente a transformar-se em caramelo;
  • Quando estiver praticamente tudo caramelizado, juntar as maçãs, com cuidado para não saltar, e uma pitada de sal. Envolver com uma colher de pau e reduzir o lume para médio;
  • Juntar 1 colher de sopa de manteiga sem sal e deixar cozer 5 minutos. Tirar do lume;
  • Enquanto a maçã arrefece, levar as tarteiras ao forno, pré-aquecido a 170ºC, durante 10 minutos ou até ganharem alguma cor. Isto não quer dizer que elas antes sejam transparentes;
  • Ralar, com uma varinha mágica, boa parte da maçã caramelizada. Eu deixei outra inteira porque assim parece que fiz duas sobremesas;
  • Deitar nas tartes, tapar com fatias finas de maçã e um pouco de açúcar, e levar ao forno cerca de 5 minutos;
Conselhos de Comilão
  1. Para a massa, podem misturar 220g de farinha sem fermento com 120g de manteiga sem sal até ter uma espécie de pão ralado grosso, bater 80g de açúcar com 1 ovo e 1 colher de chá de água e juntar à farinha. Depois é envolver até ter uma bola, e embrulhar para ir par ao frigorífico durante 1 hora.
  2. Idealmente, quando se leva a massa ao forno para ganhar cor, deve-se cobrir com papel e arroz ou feijão seco.
  3. Se comprarem a massa quebrada, a melhor dos supermercados normais é a do Lidl, na minha opinião.

Como qualquer coisa com maçã cozida, o melhor acompanhamento é gelado de baunilha. É uma questão de reforçarem o exercício nesse dia para poderem comer sem culpas e com tudo a que têm direito. Não sei até se não será discriminação comer sem gelado.

Também podes gostar

Leave a Comment