Pão de leite de Hokkaido

by O Comilão

É inevitável. Não podemos passar ao lado do facto de ser obrigatório, durante uma quarentena, meter uma massa a levedar e fazer um pão. Finalmente, podemos cumprir o nosso desígnio de sermos todos atletas e padeiros. Mais umas semanas disto e começaremos a ver os primeiros vídeos de como fazer o nosso próprio moínho no lavatório.

Desta vez, para variar, trazemos uma receita bem demorada e que dá algum trabalho. Os japoneses adoram coisas com textura fofa: os mochi, as panquecas japonesas, os takoyaki e mesmo o sushi, por exemplo. Este pão só poderia ter sido inventado por eles.

Para o tangzhong:
  • Numa frigideira pequena ou caçarola, cozer em lume médio 40g de farinha sem fermento e 200ml de água, mexendo sempre até ter uma textura tipo banha de porco (cerca de 5 minutos). Reservar para ficar à temperatura ambiente.
Para o resto:
  • Numa batedeira das fixas, com o aplique de gancho, ou numa taça grande se tiverem de fazer à mão, misturar 620g de farinha sem fermento com 60g de açúcar, 12g de sal e 10g de leite em pó;
  • Acrescenta-se 25g de fermento de padeiro e desfaz-se na mistura de farinha com os dedos;
  • Num copo, pesa-se 220g de leite e bate-se 1 ovo lá dentro. Junta-se à farinha;
  • Deitar o tangzhong na taça também e mexer até estar tudo incorporado. Nesta altura a massa estará demasiado húmida e a colar a todo o lado;
  • Acrescentar 50g de manteiga quase derretida (metam no microondas 15 segundos);
  • Bater durante 20 a 25 minutos, até começar a descolar da taça.
  • Quando for possível fazer uma bola com a massa, passa-se para uma taça ligeiramente untada com óleo, tapa-se com película aderente e deixa-se crescer para o dobro (mais ou menos 1 hora);
  • Tira-se para a bancada ou mesa, e corta-se em 8 porções iguais, formando bolas, e tapa-se para deixar levedar mais uma vez (mais 20 minutos);
  • Pega-se em cada bola e, com um rolo de cozinha, estende-se a massa para ficar mais ou menos um rectângulo. Dobra-se uma das pontas 1/3, e a outra ponta por cima. Roda-se 90º e, com o rolo de cozinha, estende-se outra vez. Enrola-se. Repete-se para as outras 7 bolas. Vejam este processo nas fotos, parecerá bem mais simples do que ler;
  • Untam-se 2 formas rectangulares (forma inglesa) com manteiga sem sal, de preferência. Coloca-se 4 rolinhos em cada uma. Tapa-se e deixa-se levedar mais uma vez até crescer para o dobro (cerca de 30 minutos);
  • Pincela-se com ovo batido com um bocado de leite e vai ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante 20 minutos mais ou menos.
Conselhos de Comilão
  1. O tangzhong ajuda muito à elasticidade da massa e a deixar o pão fofo por mais tempo. Se correr bem, aguenta com níveis de fofura semelhante durante 1 semana.
  2. Se a massa estiver sempre muito húmida e não a conseguirem tirar da taça, acrescentem um pouco mais de farinha e amassem mais.

Quando virem o pão todo crescido no forno até vão questionar se compensa assim tanto ter filhos. Quando pegarem nele pela primeira vez e sentirem o fofo que é, vão pensar que todo o tempo de espera valeu a pena. Quando sentirem aquele crocante finíssimo da côdea, uma lágrima cair-vos-á pela face enquanto pensam que toda a vida faz, por fim, sentido.

Também podes gostar

Leave a Comment