Molho de Tomate com enroladinhos de peru

by O Comilão

Para celebrar oficialmente a nossa parceria com a Guloso, que nos enviou um apetitoso cabaz dos seus novos produtos, trago-vos uma receita com carne mas onde o tomate é o rei.

Este molho de tomate pode ser usado com muitos acompanhamentos, como almôndegas, vários tipos de massas, carne panada, ou filetes de peixe, por exemplo. Nesta versão acompanhei com enroladinhos de peru, fiambre e queijo.

  • Mete-se a aquecer em lume médio um tacho que possa ir ao forno;
  • Pica-se 1 cebola média e junta-se ao tacho com um fio de azeite para que frite lentamente;
  • Abre-se uma embalagem de tomate pelado e pica-se o tomate finamente, juntamente com uma pitada de sal e 1 colher de chá de orégãos. Usei Tomate Pelado Biológico Guloso aqui…ainda por cima tem uma abertura facílima e prática!
  • Quando a cebola estiver ligeiramente caramelizada, junta-se o alho e, passado 1 minuto, o tomate. Deixa-se refogar em lume médio-baixo por cerca de 10 minutos;
  • Durante este tempo, prepara-se os enroladinhos: corta-se bifes de peru, fiambre e queijo fatiado com cerca de 2 dedos de largura. Não usem dedos de bebés ou crianças como medida;
  • Tempera-se, com pouco sal, o peru e estende-se na tábua ou prato, colocando o fiambre e queijo em cima;
  • Enrola-se. Não se preocupem se não ficar muito bem enrolado. Segura-se com um palito ou com fio de culinária;
  • Coloca-se os enroladinhos no tacho, com umas folhas de manjericão, um fio de azeite e um pouco de queijo parmigiano ralado na hora;
  • Leva-se ao forno em lume alto (220ºC) até estar gratinado. O tempo vai depender muito do tacho, da espessura do peru, do tamanho dos enroladinhos e do forno.
Conselhos de comilão
  1. Pergunta-me o leitor se poderia usar tomate já triturado, e a Guloso até tem um triturado com manjericão e orégãos. A resposta é “sim”. Eu prefiro tomate pelado, porque posso picá-lo do tamanho que quiser e normalmente conserva um pouco mais do seu verdadeiro sabor.
  2. Podia ter substituído o fiambre por espinafres, por exemplo, mas não tinha em casa, não é? Não vivo num supermercado, infelizmente.
  3. Experimentem fazer com um bife de peru grelhado, por exemplo, se não quiserem todo aquele trabalho de enrolar.

O molho de tomate deve ser um pouco grosseiro, como podem ver nas fotos. Deve ser doce mas com um toque de ácido, como o próprio tomate, para que nos nasça água na boca e a carne de peru, mesmo que esteja mais seca, nos pareça bem suculenta. Tenham cuidado para que a água na boca não se transforme em baba. A suculência tem limites.

Também podes gostar

Leave a Comment