Wraps de espinafre com atum (sem farinha)

by acomilona

Como boa millennial que sou, tenho sido bombardeada no último ano com a trend do abacate e das tostas de abacate e do abacate com tudo e mais alguma coisa. Eu resisti à implementação do abacate na minha vida, coloquei barreiras psicológicas, ativei as firewalls e rejeitei todo o spam abacato-relacionado. Até ao dia em que precisei de rechear estes wraps. Aí sim, foi o fim da resistência.

Bem sei que o título desta receita em nada indica a relevância do abacate que lhe estou a dar neste texto. No entanto, e apesar destes wraps poderem ser recheados com o que vocês mais bem entenderem, acredito que a textura do abacate é realmente uma mais-valia nesta receita. Não preciso de vos enumerar as vantagens que nos esfregam na cara todos os dias em incluir o abacate na nossa alimentação. Os espinafres, esses, já têm uma fama antiga e bem vitaminada. O atum é aquele nosso velho amigo, em quem nos podemos apoiar, principalmente depois de um longo dia de trabalho, sem tempo nem paciência para complicações. Então aqui fica a receita.

A Receita

  • Num liquidificador, juntar 250 g de espinafres, 4 claras, 1 ovo inteiro e sal e pimenta q.b. Triturar.
  • Colocar uma frigideira a aquecer com um fio de azeite e deitar uma colher de sopa da mistura ou o suficiente para cobrir o fundo. Deixar fritar, virar e fritar do outro lado. Retirar para um prato.
  • Repetir o processo até acabar a mistura.
  • Numa trituradora, colocar um abacate descascado e sem caroço, umas pedras de sal e uma colher de sopa de sumo de limão. Triturar bem até formar uma mousse. A esta mousse juntar uma lata de atum, 1/4 de cebola roxa cortada grosseiramente e um q.b. duma erva aromática à escolha. Triturar um pouco até homogeneizar.
  • Levar à mesa os componentes para que os comensais possam rechear os seus próprios wraps com a quantidade de recheio desejada.

Tudo isto e os wraps não são feitos com farinha. Não são vocês que estão sempre a pedir receitas gulosas, mas saudáveis? Com o máximo de sabor e o mínimo de calorias? Que vos satisfaçam, sem uma enchurrada de hidratos de carbono? Voilá, a resposta está nestes wraps e, ainda por cima, são tão fáceis de fazer!

Também podes gostar

Leave a Comment