Pavlova de Maracujá

by O Comilão

Já imaginaram o que é ter uma sobremesa mundialmente famosa com o vosso nome? A Anna Pavlova provavelmente nunca chegou a conhecer esta iguaria, inventada na Nova Zelândia ou Austrália (não me quero meter nesta guerra), mas ficaria contente por inspirar uma das melhores ideias de sempre da culinária.

É possível que pavlova seja a sobremesa mais unânime do mundo. Vou afirmar aqui para que fique registado na história da humanidade: toda a gente gosta muito de pavlova. O único problema é mesmo o tempo que demora no forno, mas enquanto está lá não precisam de lhe ligar nenhum.

  • Aviso: vão precisar do nosso curd de maracujá;
  • Numa taça grande, com uma batedeira eléctrica, bater 2 claras em castelo…mas um castelo mesmo frágil. Não queremos que fiquem duras;
  • Continuar a bater devagar e ir adicionando, colher a colher, 110g de açúcar fino;
  • Juntar 1 colher de chá de cremor tártaro e bater uns segundos até envolver;
  • Adicionar 1 colher de chá de amido de milho (maizena) e envolver com uma colher metálica;
  • Num tabuleiro forrado com papel vegetal, deitar a mistura, dividida em duas. Arredondar e fazer uma cratera no meio, para depois colocar o chantilly;
  • Levar ao forno pré-aquecido a 130ºC durante 10 minutos e reduzir para 100ºC. Cozinhar mais 55 minutos, desligar e deixar lá dentro até o forno ter arrefecido;
  • Quando o forno estiver praticamente frio, faz-se o chantilly. Numa taça, bate-se 200ml de natas com 3 colheres de sopa de açúcar em pó até ficarem firmes. Junta-se 1 iogurte grego natural, bate-se para envolver e está feito;
  • Para fazer a montagem, coloca-se a pavlova num prato, deita-se o creme chantilly, por cima dele o curd de maracujá e depois 1 maracujá fresco.
Conselhos de Comilão
  1. Para ter o açúcar mais fino, compro açúcar fino e trituro ainda no robot de cozinha. Podem pensar em açúcar em pó, mas considero que não tem o mesmo efeito.
  2. Cremor tártaro encontra-se em qualquer hipermercado, mas podem usar sumo de limão ou vinagre nas mesmas quantidades.
  3. Esta receita dá para 2 pavlovas. Se fizerem só uma, aumentem o tempo no forno cerca de 15 minutos.

É verdade, dá trabalho, mas para um dia especial é preciso algum esforço. E, aposto um rim e um pulmão em como vão querer fazer mais vezes. Depois digam, para eu marcar a cirurgia.

Também podes gostar

Leave a Comment