Queijadas de Laranja

by O Comilão

Queijada é uma localidade ali prós lados de Ponte de Lima, com 200 e tal habitantes. Esperem, vi o artigo errado na Wikipedia. Afinal é um pequeno bolo.

Como todos sabem, queijadas é a minha coisa preferida, tal como pizza, tripas à moda do Porto, francesinhas, arroz com batatas assadas, sushi, éclairs…e outros. No nosso país há quase um tipo queijada por cada aldeia e, para mim, é a mais portuguesa de toda a doçaria. A que vos trago é das mais simples e foi inspirada numa receita da Mafalda Agante, mas não será a última vez que verão queijadas neste querido blog.

  • Liga-se o forno a 170ºC;
  • Num tacho pequeno, ferve-se 500ml de leite com raspa de 1 laranja;
  • Derrete-se 35g de manteiga;
  • Numa taça, mistura-se 350g de açúcar, 100g de farinha e a manteiga derretida;
  • De seguida, junta-se e bate-se 4 ovos, um a um…ou todos de uma vez, também não vai fazer muita diferença;
  • Junta-se 2 ou 3 colheres de sopa do leite, para habituar a massa à temperatura, e depois o resto e bate-se bem;
  • Junta-se a raspa de mais 1 laranja;
  • Untam-se formas com manteiga, colocam-se num tabuleiro e enchem-se com a mistura, até cima;
  • Coloca-se o tabuleiro no forno e junta-se água até meio das formas e coze assim em banho-maria durante 30 minutos.

Queijadas sabem sempre melhor quando estão frias. Coloquem no frigorífico logo que possível. Esta receita dá para cerca de 15, por isso precisam de algum espaço, mas como pouca coisa será mais importante que as queijadas, não há problema, o resto arruma-se lá para um canto qualquer. De resto, só vos quero dizer que não há queijada tradicional de Queijada, e ainda bem porque iria parecer que estamos sempre num sítio com eco.

Também podes gostar

Leave a Comment