Chow mein de vegetais

by O Comilão

Preparem o vosso modo mais intenso. A partir que ligam o fogão para aquecer o wok, esta receita não espera por ninguém.

Como já explicámos na nossa receita de Frango com cogumelos shiitake, quando se cozinha num wok temos de fazer toda a preparação antes. Por isso, afiem a faca, arrumem o vosso espaço, e vamos lá castigar a tábua de cozinha.

  • Começa-se por cozer 100g de noodles em água abundante a ferver com um pouco de sal. Ferve-se 2 minutos, escorre-se e reserva-se;
  • Numa tijela, demolham-se 10 cogumelos auricularia secos. Não é o ingrediente mais fácil de encontrar, mas existe nos hipermercados Auchan, apesar de lhe chamarem algas;
  • Corta-se às fatias 200g de cogumelos frescos + meio pimento vermelho às tiras + 1 cenoura aos palitos;
  • Separa-se os floretes de 100g de bimi (ou bróculos) e, no caso do bimi, corta-se alguns talos às tiras;
  • Pica-se finamente 1 dente de alho e 1 pedaço de gengibre. Podem usar pasta de alho e gengibre, que é ainda melhor e dá menos trabalho;
  • Pega-se no molho de soja e em molho de ostra e é tempo de cozinhar;
  • No wok com um pouco de óleo e em lume alto, salteia-se os cogumelos durante 2 ou 3 minutos. Os cogumelos são pessoas rijas, não queimam com facilidade, mas não se descuidem!
  • Atira-se para o wok, com grande confiança e com pose de quem domina isto, o pimento, a cenoura e o bimi e salteia-se mais 2 minutos, regando com um pouco de molho de soja e uma pitada de sal;
  • A seguir, entra o alho e gengibre e os cogumelos demolhados. Rasguem com as mãos os maiores;
  • Um minuto depois deitem os noodles e 2 ou 3 ou 4 ou 5 colheres sopa de molho de ostra. Cortem alguns dos noodles para não ficarem fios demasiado grandes, senão ao servir têm de ir buscar um escadote.

Esta receita é quase 100% vegetariana, não fosse os noodles terem ovo e o maldito e delicioso molho de ostra ter, lá está, ostra. Os noodles podem substituir pelos de arroz e o molho de ostra por uma versão vegetariana, mas é muito difícil de encontrar. Experimentem uma vez esta receita e depois digam-me se não é daquelas receitas ideiais para saber quando não se sabe o que cozinhar. Mas digam mesmo, não me deixem à espera.

Também podes gostar

Leave a Comment