Banitsa

by O Comilão

Uma das coisas que mais gosto de fazer neste mundo da culinária é conhecer outros países pelos seus pratos. Já que não posso viajar frequentemente, devido a um problema que tenho na carteira e a outro relacionado com andar de avião, tento compensar na internet e a meter vídeos a dar com pessoas a falar outras línguas.

Conheci a Banitsa já na ida década de 2010, num blog de viagens que sigo. Nunca me saiu da cabeça mas só há pouco tempo decidi experimentar, depois de nos pedirem para fazer uma entrada com massa filo. Já sabem como nós somos, se nos pedem uma receita, damos duas e, depois das incríveis chamuças, aqui fica a sugestão para este prato tão especial na Bulgária.

  • Depois de ligar o forno a 200ºC, prepara-se o recheio:
  • Juntar meia colher de bicarbonato de sódio a 1 iogurte grego natural e mexer;
  • Numa taça grande, desfazer 3 ovos e deitar o iogurte. Mexe-se;
  • Esmigalhar ou ralar 200g de queijo feta, 1 pitada muito pequena de sal e 5 colheres de sopa de óleo e mexer bem. Está feito e passa-se para a montagem;
  • Untar com óleo um tabuleiro. Usei um rectangular de 20X25cm;
  • Colocar 1 folha de massa filo dobrada de modo a cobrir apenas o fundo e nada dos lados;
  • Deitar umas colheradas do recheio, sem cobrir totalmente a massa;
  • Ir pincelando folhas de massa filo com óleo e dobrando-as como um acordeão;
  • Regar cada um dos espaços entre as dobras com o recheio, quase como se estivessem a plantar cebolas e virem ao contrário no tabuleiro. Depois de estarem todos colocados, reguem também os espaços de cima. Vejam a foto para perceber como deve ficar;
  • Levar ao forno durante 18 minutos, ou até estar dourado.
Conselhos de Comilão
  1. O bicarbonato de sódio reage com o iogurte e faz com que a banitsa fique cheia de ar por dentro! Não usem demasiado bicarbonato no iogurte senão aquilo parece o Krakatoa.
  2. O queijo tradicional é o sirene, mas mesmo os búlgaros usam o feta às vezes. E nós, podemos usar o requeijão, por exemplo? Sim, mas experimentem com feta primeiro.
  3. Se acham isto extremamente simples, fiquem a saber que a receita normalmente é ainda mais. Em boa parte das vezes, só se amassam umas folhas de massa filo e deita-se o recheio por cima.

A banitsa é uma comida de festa. Na Bulgária come-se no Natal e passagem de ano e até é recheada com brindes, como o nosso bolo-rei era. Aconselhava a não colocarem brinde, contudo, porque já se sabe como o ser humano é criativo quando se trata de fazer partidas a outros.

Também podes gostar

1 comment

Borek – Os Comilões 24 de Maio, 2020 - 23:40

[…] Borek é o pai da Banitsa. Enquanto que a Banitsa é jovem e mais viajada e descomprometida com as coisas, o pai dá-se a […]

Reply

Leave a Comment