Lasanha de camarão e feijão verde

by acomilona

Estão a pensar numa refeição que seja reconfortante, mas com um toque mais refinado? Que dê tanto para poucas pessoas como para muitas? E que dê para preparar com antecedência? Que fique talvez até melhor aquecida do que no próprio dia?

Se há prato saboroso e que nunca desilude é uma boa lasanha. Claro que quando falamos de lasanha, imaginamos logo camadas de massa com molho de tomate a escorrer, com as bolinhas de carne picada, tudo a nadar em béchamel. Béchamel este que não me venham com tretas de comprar feito no supermercado. Dá o seu trabalho, mas se vamos embarcar na empreitada de fazer uma lasanha, então façamos como deve ser. Assumindo a verdade (que eu não estou aqui para enganar ninguém) esta lasanha de camarão e feijão verde tem alguns quês de trabalho: desde descascar e arranjar os camarões, até à maior seca do universo que é arranjar feijão verde. Mas compensa, as fotos não enganam.

A Receita

  • Descascar e retirar a tripa de meio kilo de camarão (costumo usar o tamanho 24/40 da Pescanova), reservando as cabeças.
  • Arranjar um kilo de feijão verde, retirando os veios exteriores e cortando longitudinalmente em três cada vagem. Estufar o feijão, com azeite e cebola até ficar macio e, enquanto isso, preparar o béchamel.
  • Num tacho, fritar as cabeças de camarão num fio de azeite; retirar as cabeças quando fritas e derreter três colheres de sopa de manteiga em lume médio/alto; juntar 4 colheres de sopa de farinha e mexer bem com uma batedeira de varas para cozinhar a farinha; adicionar 750 ml de leite meio gordo em fio, mexendo sempre para não criar grumos; à parte, bater uma gema de ovo e juntar 3 colheres de sopa da mistura de leite com a gema; adicionar a gema ao tacho, mexendo sempre; temperar com sal e pimenta; esperar que engrosse ligeiramente e reservar.
  • Numa frigideira fritar 2 dentes de alho em azeite e juntar os camarões. Fritar 1-2 minutos de cada lado e reservar.
  • Preparar a assadeira: cobrir o fundo da assadeira com uma porção de béchamel; colocar a primeira camada de massa, utilizando massa de lasanha fresca; cobrir com o feijão verde, por cima espalhar camarões e cobrir tudo com béchamel; repetir o processo até não ter feijão verde nem camarões (deixando cerca de 200 ml de béchamel para o final); cobrir a última camada de feijão e camarões com massa e regar com os 200 ml de béchamel reservados.
  • No topo da lasanha, desfazer um queijo mozzarella fresco (a textura do da Galbani é que acho melhor para este efeito) em pequenos flocos e regar com um fio de azeite.
  • Levar ao forno até a lasanha borbulhar durante cerca de 10/15 minutos e o topo ficar bem gratinado.

Como disse acima, para mim, este é daqueles pratos que valem a pena fazer a mais para comer no dia seguinte. Para aquecer, costumo tapar a travessa com papel de alumínio e levar ao forno a 200 ºC. Os molhos engrossam ainda mais e o paladar apura. Dá trabalho, dá. Mas esta é uma receita que surpreende qualquer estômago, mesmo daqueles que não gostam de legumes!

Também podes gostar

Leave a Comment